Nota exclusiva: como identificar o colunista ideal para divulgação

nota exclusiva

Enviar uma nota exclusiva é uma decisão estratégica da assessoria de imprensa para emplacar uma informação relevante no veículo-alvo do assessorado, seja pela credibilidade, abrangência, ou pelo perfil do leitor. Mas escolher o veículo e o colunista ideais para enviar uma sugestão de pauta pode ser um desafio. Afinal, é preciso determinar os objetivos e verificar se a sua expectativa de publicação é viável. Veja abaixo nossas dicas para tornar a sua sugestão de nota exclusiva ainda mais certeira.

Sua nota exclusiva vale a pena?

Antes de identificar o colunista ideal para a informação que será divulgada, é preciso fazer uma análise transparente e sincera sobre a relevância da nota. Isso dependerá do veículo para onde você está pensando em enviá-la, mas as seguintes perguntas podem te ajudar a determinar se a nota exclusiva merece uma divulgação regional, nacional ou segmentada.

  • Qual o porte da empresa/entidade que se está divulgando?
  • A nota possui dados relevantes para o setor ou economia em geral?
  • Localização: aquela informação é relevante para a área de circulação do veículo?
  • A nota apresenta algo inovador? (Ex.: internacionalização de operação, crescimento do quadro de funcionários além da média para o setor, etc.)
  • O assunto da nota está alinhado com a proposta do veículo?

Não é necessário que a sua nota atenda a todas essas perguntas, mas se a resposta for positiva para pelo menos duas delas, significa que você está no caminho certo.

O escopo da exclusividade

A questão da exclusividade não significa necessariamente que aquele material só poderá sair em um veículo. Nesse caso, a exclusividade é como um contrato de prioridade. Ao enviar a sugestão para um colunista, você estará dizendo: eu escolho divulgar essa informação em primeira mão para você, devido à relevância de sua coluna. Dessa forma, você não poderá divulgar o material, ao mesmo tempo, para um veículo concorrente. Mas uma vez publicado, você pode encaminhar a nota  para outros veículos que ainda achem a informação relevante. Por exemplo, você emplaca uma nota numa coluna de grande relevância nacional ou segmentada e, em seguida, você pode fazer a sugestão para um veículo regional.

Um cuidado importante na hora de oferecer o material: evite a concorrência entre jornalistas de um mesmo veículo. Na ânsia de querer emplacar, muitos assessores de imprensa enviam a sugestão para mais de um colunista do mesmo veículo ao mesmo tempo. Esse é um dos maiores faux pas do jornalismo e pode prejudicar o relacionamento entre assessor e imprensa. Afinal, pegaria muito mal uma edição de jornal com duas notas iguais em colunas diferentes.

Escolhendo o colunista

Chegou o momento de escolher o colunista, finalmente! Vamos aos passos que você deverá seguir para determinar o espaço ideal para a sua nota exclusiva:

#1 Identificar veículos apropriados

Identificar, via ferramentas de busca ou de clipagem, veículos apropriados para o assunto. Afinal, não adianta vender uma nota de marketing digital para um veículo que fala de agronegócio. Uma vez identificados alguns veículos, analise as colunas para ver se a sua informação se encaixa em alguma delas.

#2 Hierarquizar os veículos

Como determinar qual veículo é mais importante? Às vezes essa validação pode vir diretamente do cliente, mas se isso não acontecer, é possível analisar alguns critérios para determinar a melhor opção. São eles:

  • Circulação;
  • Escopo (regional ou nacional);
  • Relevância para o público-alvo;
  • Segmentação;
  • Importância para link building (no caso de veículo online ou com edições online).

#3 Conhecer o colunista

Quando tiver escolhido o veículo e a coluna mais apropriados para a sua nota exclusiva, faça um histórico de suas últimas edições. Pesquise sobre os temas recentemente publicados, avalie se o assunto da sua nota já foi abordado anteriormente e de que maneira, e procure encaixar a informação num contexto que interesse àquele colunista.

Nota exclusiva em outros tipos de mídia

A sugestão de nota exclusiva é tradicionalmente direcionada para veículos impressos, como revistas e jornais, mas é possível aplicar a mesma lógica para TV e rádio. Mas essa estratégia só terá um impacto relevante se o veículo escolhido tiver uma grande audiência, ou uma audiência muito qualificada para o propósito do seu cliente.

Outro tipo de mídia que aceita a nota exclusiva é a internet. Lembre-se: alguns dos jornalistas mais lidos da web têm blogs e demandam informações o tempo inteiro, sem o limite de espaço das colunas impressas. Uma nota publicada em um blog relevante de um colunista/blogueiro pode ter até maior potencial de visualização do que a coluna de um jornal que tem o conteúdo fechado para assinantes (paywall), por exemplo.

Entendeu como identificar o colunista ideal para a sua nota exclusiva? Pode parecer um longo processo, mas à medida que você vai se familiarizando com os veículos e seus profissionais, esse trabalho vai ficando mais simples e ágil.

Tem alguma dúvida relacionada à divulgação de uma nota exclusiva? Deixe nos comentários!

E não esqueça de conferir também o nosso conteúdo sobre pauta exclusiva.

monitorar-veiculos-comunicacao