Conheça 3 ferramentas para storytelling e melhore o engajamento do público

Conheça 3 ferramentas para storytelling e melhore o engajamento do público

O poder de encantamento da contação de histórias não é algo novo. A questão é que essa prática também pode ser usada por assessores de imprensa como estratégia no planejamento de comunicação, com o objetivo de sensibilizar e engajar o público. Mas para que você consiga executar isso com praticidade, conhecer ferramentas para storytelling é essencial.

Ferramentas para storytelling como diferencial no planejamento

No atual cenário da comunicação digital, uma marca não pode apenas vender produtos de forma fria e sistemática. Ela precisa divulgar ideias, sensibilizar as pessoas e fortalecer os laços de vínculo com o público – e criá-los com novos possíveis consumidores. Ou seja, você precisa encontrar diferentes estratégias para conseguir resultados para seu cliente.

Caso você esteja tentando encontrar uma estratégia diferente para o planejamento de comunicação do cliente, saiba que uma das opções é o storytelling. Essa alternativa nada mais é do que o processo de contar uma história (de diversas maneiras).

A principal vantagem dessa tática é que ela consegue fazer com que a marca ganhe a confiança do público, o que resulta, por consequência, em vendas e fidelização.

O ponto de partida para a criação do storytelling é algo que deve ser praticado todos os dias (e em todas as esferas da vida): aprender a ouvir.

Para que você consiga sentar e pensar em uma ideia, é preciso conhecer a história da empresa de seu cliente, saber quem são os funcionários e entender quem é o público (principalmente aqueles que mantêm um bom vínculo com a marca).

Humanize a marca. Um ponto para prestar atenção nesse processo é entender que situações reais que envolvem superações, batalhas e sucesso despertam sensibilidade nas pessoas.

Preze pela verossimilhança ao investir nessa estratégia de comunicação. Enredos muito fantasiosos podem afastar o público, já que limitam o processo de identificação.

Descubra 3 ferramentas para storytelling

Como essa estratégia de comunicação envolve diversas etapas, nada melhor do que poder contar com a ajuda da tecnologia para criar uma história. Assim, investir em ferramentas para storytelling é uma alternativa para garantir que o cliente tenha um diferencial no planejamento de comunicação e para que seu trabalho como assessor não fique comprometido.

Se a estratégia de contar uma história no meio digital parece interessante para o planejamento do seu cliente, confira 3 ferramentas para storytelling que selecionamos para deixar seu trabalho mais divertido e prático. Quem sabe não era esse o pontapé que faltava para a criação de laços de engajamento com o público?

  1. Storify

Imagine elaborar uma campanha com foco nos seguidores da marca, utilizando postagens que os usuários fizeram, fotos que publicaram e comentários, entre outras coisas. Essa é uma ótima estratégia para criar identificação com a marca. Afinal, quem não gosta de se sentir importante?

Uma das ferramentas para storytelling que escolhemos tem justamente esse foco. A plataforma Storify (com versões gratuita e paga) permite que você crie histórias ou linhas do tempo a partir de publicações feitas pelos usuários nas redes sociais. Criar enredos que façam os consumidores se sentirem parte da marca é garantia de engajamento.

  1. Canva

Você precisa lembrar que imagens também criam histórias. Isso quer dizer que é possível construir um storytelling com fotos, por exemplo. Essa é uma estratégia poderosa para gerar sensação de pertencimento e, por consequência, engajamento dos usuários.

Uma ferramenta gratuita para ajudar em um storytelling com fotos é a Canva. Na plataforma, você pode criar imagens para posts de redes sociais sem precisar ser um designer. Ótima maneira de trazer praticidade ao seu dia.

  1. Storybird

Quando se fala em contar uma história, sabemos que nem todas as marcas permitem tanta liberdade. No entanto, dependendo do ramo de atuação de seu cliente, é possível mergulhar na ludicidade. Das ferramentas para storytelling que selecionamos, a Storybird é justamente para isso: investir na imaginação.

A plataforma permite que os usuários criem histórias (no formato de livro digital) de forma colaborativa. É só soltar a imaginação. Além disso, a ferramenta conta com espaço para ilustradores e animadores.

Nos casos em que o Storybird é uma opção de ferramenta, a chance de engajamento é grande. Afinal, o usuário vai fazer parte do processo de criação.

Não há limites para o storytelling. Seja elaborado a partir de imagens, vídeos, histórias da empresa, a trajetória de um funcionário, publicações de usuários, entre tantas outras coisas, o importante é que sensibilize o público e faça com que exista identificação.

Se quiser conhecer mais ferramentas para otimizar sua rotina como assessor de imprensa, faça o download do nosso ebook 12 Ferramentas Essenciais para Produção de Conteúdo.

Conheça 12 ferramentas incríveis para produção de conteúdo digital que otimizam sua rotina