Como o monitoramento de notícias impacta a reputação de marca

Construir uma boa reputação de marca é o principal ingrediente para o sucesso das empresas, principalmente em tempos tão competitivos. De acordo com o relatório Intangible Asset Market Value Study (IAMVS), o valor de uma companhia, hoje, é composto por apenas 17% de ativos tangíveis, como produtos e patrimônio.

Enquanto isso, os intangíveis, como a marca, processos de qualidade e relacionamento com o cliente, representam 84% de um negócio. E é neste contexto que surge a importância de construir uma marca forte.

Existem diversos fatores que podem influenciar e apoiar as empresas nessa caminhada. Podemos citar o trabalho de branding na criação de uma marca com propósito, algo que tem fortalecido laços com o consumidor.

Os clientes desejam, cada vez mais, comprar de marcas que se expressam por meio de seus produtos e serviços, compartilhando seus valores. Essas e diversas outras estratégias tornam o trabalho das equipes de comunicação, marketing e assessoria de imprensa mais desafiador.

Elas são responsáveis não só por promover os produtos e serviços das organizações e posicioná-las da melhor forma na imprensa e nas mídias sociais, mas também por planejar ações para fortalecer esse vínculo. Isso colabora para que a marca seja reconhecida e lembrada positivamente pelo seu público-consumidor. Entretanto, nem sempre essa é uma tarefa fácil.

Além da jornada para construir uma boa reputação ser um trabalho diário, é preciso sustentá-la em diferentes momentos da empresa. De acordo com Warren Buffet, um dos maiores investidores americanos, são necessários 20 anos para se construir uma reputação, porém, em cinco minutos, é possível arruiná-la. Pensando assim, o cuidado daqueles que estão envolvidos nessa construção precisa ser redobrado.

Leia também:
>> Monitoramento de rádio e TV: é possível integrar com o digital?

Monitoramento de notícias on e offline

Dentro do escopo de tarefas que as equipes de comunicação precisam assumir, está a missão de sustentar uma boa reputação da marca. O primeiro passo para isso é não só divulgar ações de vendas e marketing, mas reforçar na mídia e nos principais portais, blogs e veículos o posicionamento da empresa e os seus valores. Neste processo, o contato das assessoria de imprensa com canais é fundamental.

O segundo passo é diferenciar-se, ou seja, usar uma estratégia com produção de conteúdo de alta qualidade. Alie com o monitoramento das notícias, ações e campanhas divulgadas nos canais on e offline com o objetivo de acompanhar o andamento dessas iniciativas. 

Como uma empresa do mercado de seguros, por exemplo, pode avaliar se a campanha de seguro residencial atraiu o público-alvo para a base de leads? O passo seguinte, após divulgá-la, é monitorá-la.

Por que fazer isso?

Esse acompanhamento faz toda diferença quando se deseja ter a segurança de que nenhuma estratégia ou tomada de decisão influencie de maneira negativa a marca. 

Para ter uma ideia, mais da metade das pessoas (55%) da geração Z tem as redes sociais como principal canal para consumir conteúdo informativo. É o que revela uma pesquisa global da Comscore. Pensando que, hoje, o consumo de notícia é cada vez mais digital, é natural que a sua empresa tome a atitude de verificar, em tempo real, o desempenho das ações de comunicação.

Imagine a seguinte situação: uma notícia sobre um novo investimento feito pela empresa que você atua tem uma má repercussão no mercado devido a um problema mercadológico externo à organização. 

Para evitar que um cenário de crise se instale, é importante assumir o papel de observador. Verifique de forma constante a performance da notícia em todos os canais divulgados, sejam eles online ou offline.

Leia também:

>> Gestão de crise: por que o monitoramento é o seu melhor aliado

O papel estratégico da análise de dados

Quando falamos em acompanhar o desempenho das notícias geradas, logo nos referimos à análise de dados. Isso porque o trabalho de monitoramento exige não só a atenção da equipe para avaliar o alcance do conteúdo, mas também para analisar a qualidade deste alcance. 

Neste momento, é preciso lembrar a importância de um bom planejamento de conteúdo. Para, no fim, ter bons números para a empresa e não colocar a perder a reputação da sua marca. Ter um bom plano de produção, execução e divulgação de notícias e materiais torna o processo para chegar ao sucesso mais simples.

Durante esta jornada, é preciso ter em mente quais são as metas, métricas e indicadores que devem guiar o conteúdo que será produzido. Essas definições vão determinar se a sua estratégia está sendo bem executada e facilita a atividade de análise. 

Reforce a sua essência

Lembrando que o trabalho de monitoramento e análise, aqui, também serve para melhorar a reputação de marca. É possível desenvolver campanhas que fomentem os diferenciais da empresa e reforçam o quanto ela pode gerar benefícios para todos aqueles que interagem com ela. 

A ideia não é “vender o peixe” por si só. É mostrar, na essência, o que a marca representa para o mercado consumidor – se, de fato, ela tem a oferecer algo positivo, é claro. Afinal, para uma boa reputação de marca, é preciso alinhar o discurso com a prática.

É possível, também, aprender com os resultados negativos, procurando encontrar nas análises o motivo pelo qual uma ação de divulgação não foi tão bem-sucedida em uma mídia social específica. Na próxima campanha, use estes aprendizados para melhorar os resultados. Enfim, são inúmeras possibilidades, você só precisa conhecer o meio que vai levá-lo a elas. 

Nossa sugestão é encontrar uma plataforma que ofereça tudo isso a você: desde a coleta de dados, até o monitoramento e análise de informações relevantes. Quando se tem esses recursos em mãos, é possível, de forma prática e automatizada, chegar a resultados de negócio positivos. Assim, garantindo que a reputação de marca não seja prejudicada.

reputação de marca