O que é uma PR Tech e como ela ajuda na gestão de reputação de marcas

PR Tech é um termo que une as palavras Public Relations, de Relações Públicas, e Technology, de tecnologia. O objetivo de uma empresa desse segmento é fornecer soluções que otimizam e automatizam processos importantes da estratégia de assessoria de imprensa e de comunicação corporativa.

Ou seja, ela conta com ferramentas ou serviços que aplicam tecnologia e inovação para trazer mais inteligência e agilidade para atividades como:

  • Organização de bases de dados.
  • CRM.
  • Publicação de textos.
  • Campanhas de e-mail marketing.
  • Monitoramento e análise de informações.

Neste artigo, iremos aprofundar a atuação da PR Tech para automatizar e otimizar o monitoramento de mídia noticiosa e social, bem como a análise desses dados.

Como a PR Tech apoia o monitoramento de mídia 

O monitoramento de mídia é um dos pilares da estratégia de relações públicas ou de comunicação. A partir dele, as marcas conseguem acompanhar conversas em tempo real para entender a visibilidade e o impacto que têm na imprensa e nas redes sociais.

Inclusive, o objetivo do monitoramento não é apenas coletar as informações, mas ir um passo além e analisá-las de forma qualitativa e alinhada aos objetivos do negócio. 

Afinal, se a marca não sabe o que os jornalistas e os consumidores estão falando sobre a companhia, os produtos ou concorrentes, ela já está um passo atrás no mercado, sofrendo maiores chances de enfrentar crises ou perder competitividade.

Dessa forma, podemos dizer que o tradicional clipping, em que as matérias de jornais eram apenas recortadas e em que se calculava única e exclusivamente a centimetragem, ficou no passado.

Aliás, conforme o jornalista Claudio Cardoso, no livro A Comunicação no Comando, não basta monitorar a notícia das notícias. Você deve “interpretar a qualidade de exposição da marca em máxima velocidade”.

Os pilares de um monitoramento de mídia efetivo

Saiba que hoje é fundamental contar com um processo de monitoramento de mídia bem estruturado e que englobe os seguintes passos:

  • Mapeamento das palavras-chave importantes para a marca: empresa, porta-vozes, produtos, concorrentes e mercado.
  • Definição dos veículos de comunicação que devem ser monitorados: blogs, portais de notícias, jornais online de nicho ou abrangentes, publicações impressas, TV e rádio.
  • Seleção das redes sociais para monitoramento: Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube.
  • Análise contínua das informações: o monitoramento pode ser diário, semanal ou mensal, conforme as necessidades da marca. No entanto, hoje a análise em tempo real e diária é indispensável para tomar decisões mais rápidas e prestar contas com mais efetividade.
  • Elaboração de relatórios e definição dos indicadores para o monitoramento de mídia: quantidade de notícias, sentimento, palavras-chave, mensagens-chave, repercussão nas redes sociais, hashtags mais usadas e engajamento são alguns exemplos.
  • Apoio da tecnologia para lidar com a alta quantidade de canais, fontes e dados disponíveis no ambiente digital e físico. E é nesse último ponto que está o centro de atuação de uma PR tech.

Tecnologia na estratégia de monitoramento para quê?

Quando o assunto é tecnologia aplicada às atividades de RP ou comunicação, é necessário lembrar que as equipes têm muitas demandas para equilibrar na rotina diária, incluindo o monitoramento e a análise de dados.

E cada uma dessas demandas tem suas particularidades, etapas e tempo para conclusão. No caso específico do monitoramento, as marcas devem estar atentas a todos os canais e pontos de contato com a imprensa e os consumidores.

Ou seja, estamos falando de jornais impressos e online, blogs, rádio, canais de TV, Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin. Em alguns casos, como os de multinacionais, é preciso multiplicar essas fontes pela quantidade de idiomas que devem ser monitorados.

Dessa forma, é uma demanda que exige tempo, dedicação, curadoria, centralização de informações e um olhar orientado a dados. 

Inclusive, lidar com todo esse alto fluxo de informações foi apontado por gestores de comunicação no Latin Communication Monitor de 2020/2021 como um dos desafios e necessidades para o desempenho de departamentos com excelentes resultados.

Nesse contexto, a PR Tech atua como uma aliada das equipes de comunicação para tornar essa demanda mais fácil, ágil e analítica. Afinal de contas, monitorar não é apenas fazer um recorte das menções, e sim reportar os resultados com eficiência e qualidade.

Você também pode se interessar por:

>> Como ir além da valoração e calcular ROI das ações de RP?
>> Como fortalecer a estratégia de comunicação empresarial com dados?
>> E-book: Monitoramento de redes sociais para assessores de imprensa

Mas como a PR Tech apoia esse processo?

  • Com ferramentas específicas para monitoramento e análise de notícias, que permitem a construção de múltiplas buscas a partir de filtros como: idioma, fonte, período e palavras-chave, que podem ser sobre a sua marca ou sobre a concorrência, por exemplo.

    Além disso, essas plataformas automatizam as pesquisas, o disparo de newsletters e a criação de relatórios, deixando o trabalho pesado e repetitivo para a tecnologia, bem como trazendo mais tempo para a sua equipe agir com inteligência.
  • A partir de ferramentas que centralizam o monitoramento de mídias sociais, permitindo a personalização das buscas por canal social, palavra-chave, hashtag, @, período e idioma.

    Outra vantagem dessas soluções é a facilidade em extrair informações importantes para reportar resultados, com gráficos e relatórios que contêm dados como: sentimento, buzz, maiores influenciadores e detratores da marcas, hashtags associadas, menções sobre concorrentes, termos mais mencionados, entre outros.
  • Com serviços que unem tecnologia e curadoria de informações, que contam com o olhar cuidadoso de analistas especialistas para direcionar a estratégia às particularidades de cada marca e automatizar o monitoramento bruto das notícias.

    Esse tipo de solução de uma PR Tech, por exemplo, permite análises mais segmentadas para entender o impacto e a visibilidade de uma marca na imprensa, bem como compreender cenários de crise, agir com mais rapidez e reportar resultados a partir de relatórios alinhados aos objetivos empresariais.
  • Com dashboards analíticos personalizados, que permitem um olhar ainda mais completo, automatizado e em tempo real sobre a visibilidade de marcas e outros concorrentes de mercado, alavancando a competitividade empresarial.

    Além disso, esse tipo de solução acaba trazendo mais agilidade para as decisões que precisam ser tomadas na estratégia de comunicação, já que as equipes conseguem cruzar as informações do monitoramento de notícias e de redes sociais, entender melhor o cenário da marca, do comportamento dos consumidores e dos outros players de mercado.

PR Tech Vs gestão de reputação

Você já entendeu que a otimização do monitoramento e da análise de mídia noticiosa e social é um dos pilares do trabalho de uma PR Tech, mas qual é a relação desse tipo de empresa com o cuidado com reputação de marcas?

Em primeiro lugar, podemos citar a fala de Warren Buffet, um dos investidores mais reconhecidos mundialmente. Ele diz que são necessários 20 anos para construir uma reputação, mas basta cinco minutos para arruiná-la.

E vamos além: no livro A Comunicação no Comando, que citamos há pouco, Paulo Cardoso menciona que “as marcas estão cada vez mais expostas das mais diversas formas, especialmente nas mídias sociais, sem a devida capacidade de interpretar potenciais impactos e reagir a tempo”.

Ele ainda complementa que “a velocidade se tornou elemento-chave da comunicação em tempos recentes”.

Tudo isso serve para mostrar o quanto o apoio da tecnologia e de soluções que automatizam o monitoramento são essenciais quando a pauta é gestão de reputação.

Somente a partir de um monitoramento bem estruturado e de uma escuta ativa orientada a dados é possível compreender em tempo real o que e como estão falando sobre a marca, seja na imprensa ou nas mídias sociais.

Assim, o trabalho de uma PR tech ajuda times de comunicação a entenderem a visibilidade da marca, a se anteciparem aos cenários de crise, a responderem ao panorama negativo com mais rapidez, a fortalecerem o relacionamento com os públicos e a reportarem resultados com mais agilidade. 

E tudo isso, de uma forma ou de outra, acaba impactando o processo de gestão de reputação de uma empresa. Então, a melhor maneira de lidar com esse cenário é contando com aliados que facilitem esse processo, como é o caso das soluções tecnológicas voltadas para comunicação.

Quer saber mais sobre como uma PR Tech como a Knewin pode apoiar a sua área de comunicação? Entre em contato conosco!