A importância da newsletter para assessoria de imprensa

newsletter para assessoria de imprensa

A newsletter para assessoria de imprensa é uma das ferramentas utilizadas para comunicação entre o assessor e o cliente. O boletim informativo pode conter notícias da empresa do cliente e de seu ecossistema, além do clipping com o que saiu na mídia.

A criação da newsletter para assessoria de imprensa precisa estar em conformidade com a estratégia de comunicação elaborada em conjunto com o cliente. Não adianta criar um boletim apenas para divulgar produtos ou serviços novos, pois o e-mail marketing é muito mais vantajoso para essa finalidade.

A newsletter é parte do serviço de assessoria, uma vez que entrega os resultados do trabalho de comunicação junto aos veículos de imprensa. Ela também é parte importante do relacionamento com o cliente, confira alguns itens que podem fazer a diferença na hora de apresentar resultados de assessoria de imprensa.

Por que utilizar a newsletter para assessoria de imprensa?

1. Apresenta os resultados de assessoria

A newsletter pode servir como uma vitrine de resultados diários aos clientes e para melhorar a relação entre eles e a imprensa. Assim, antes mesmo do envio periódico do relatório para o assessorado, o boletim já expõe as informações que vêm sendo trabalhadas pela assessoria.

2. Estreita a comunicação interna e externa

Além de ser uma ferramenta de resultados para os clientes e as empresas, o conteúdo da newsletter pode ser repassado para os colaboradores. Assim, o boletim vira uma fonte de informação interna quando enviada para toda a entidade, ou para um grupo de influenciadores.

3. Monitora o mercado

É mais um canal de monitoramento de mercado e concorrência. O seu assessorado fica por dentro de tudo o que interessa à sua área de atuação e das novidades do mercado.

4. É um canal direto para gestão de crise

Em momentos de crise, o boletim deve ser uma fonte de notícias em tempo real e com mais edições. O ideal é que a newsletter para assessoria de imprensa seja um meio em que os assessores de imprensa comentem, façam recomendações e avaliações para nortearem a gestão da crise junto ao assessorado.

Antes de enviar a newsletter ao cliente, o assessor deve sempre sair do automático e refletir se aquelas notícias destacadas são, de fato, importantes. Por isso, o boletim deve estar em conformidade com o planejamento estratégico de comunicação. A newsletter é mais uma fonte de conteúdo de relevância que auxilia nas tomadas de decisões e estratégias.

E essa é, também, uma das principais dificuldades da newsletter para assessoria de imprensa. Elaborar um boletim que seja realmente interessante para o público é um grande desafio. Sem isso, todo o objetivo da newsletter vai por água abaixo.

Quais são os requisitos básicos de uma newsletter para assessoria de imprensa?

Primeiro de tudo, existem vários tipos de newsletter. Ela pode ter várias classificações e ser segmentada de acordo com os setores da empresa, como diretoria, gestores, coordenadores, colaboradores, recursos humanos ou por divisões de produtos ou ações. Porém, mais do que um instrumento quantitativo, com edições diárias ou semanais, a newsletter deve apresentar qualidade.

Para que os clientes e seus colaboradores se interessem pela leitura do boletim, deve-se atentar para alguns requisitos básicos:

1. Tenha um objetivo claro

Defina o que você pretende com o boletim informativo. Não fuja do seu foco e não o deixe em segundo plano com conteúdos extensos e desconexos. É melhor ter uma newsletter com uma quantidade menor de notícias do que encher o boletim com informações irrelevantes.

2. Linguagem clara e objetiva

Assim como os demais textos de assessoria de imprensa, o boletim precisa ter uma linguagem clara e objetiva, quase “manchetada”. A mensagem repassada deve ser curta e de fácil assimilação. Colocar muita informação em um espaço pequeno poderá confundir o leitor. Caso ele queira se informar mais sobre o assunto, deverá ser redirecionado ao site para ler a matéria completa.

3. Ordene as notícias por grau de relevância

Como em uma página de jornal, as matérias precisam estar em ordem de relevância para conduzir a leitura do cliente. Aí entra o conhecimento jornalístico do assessor, que faz grande diferença na hora de hierarquizar as notícias.

4. Navegabilidade e design

A newsletter para assessoria de imprensa é mais uma forma de apresentar o trabalho de comunicação. O design da página é fundamental para a leitura do boletim informativo. Ninguém consegue prestar atenção na newsletter se ela for mal diagramada. Deixe respiros e espaços em branco, mas isso não é desculpa para deixar de inovar.

5. Personalização

Personalização de conteúdo e de tratamento são importantes para a newsletter. As mensagens personalizadas criam a sensação de que o assessor, ou o seu cliente, está falando diretamente com o leitor, que ele é especial e que a empresa se preocupa com os seus interesses.

6. Cuidado com o spam

Se o objetivo é promover o produto ou serviço do cliente, saiba que a chance da sua newsletter ir para o lixo eletrônico é enorme. Propagandas tendem a ir direto à pasta de spam. Textos grandes ou com conteúdos desinteressantes cansam o leitor e demonstram que o assessor desconhece o seu público-alvo. É uma bola fora.

7. Periodicidade

Se você se propôs a elaborar uma newsletter para assessoria de imprensa semanalmente, por exemplo, entregue ela todas as semanas. Não altere a periodicidade.

8. Tenha a permissão do destinatário

Nunca envie uma newsletter sem o consentimento do usuário. Você pode se tornar uma pessoa inconveniente e a sua reputação ficará abalada. Afinal, ninguém quer receber informações sem ter pedido por isso.

Para fechar o assunto: coloque na newsletter para assessoria de imprensa uma opção de descadastramento. Isso só mostra que você respeita os interesses e as vontades do seu público.

Gostou das dicas? Vai utilizar a newsletter para assessoria de imprensa? Não se esqueça de comentar aqui no post suas dúvidas ou sugestões sobre o assunto!

whitepaper-4-CTA-posts-blog