Empresas data driven: por que a sua também deveria ser?

Empresas Data Driven

Falar sobre empresas data driven significa abordar um conceito cada vez mais presente no dia a dia corporativo. E, como o próprio nome diz, o assunto se refere aos processos organizacionais orientados a partir de dados.

Isso significa que a  tomada de decisão e o planejamento estratégico são baseados em uma análise sistemática e muito bem fundamentada. Não simplesmente em intuições e experiências. 

Leia também:
>>
Por que e como pensar em comunicação Data-Driven?
>> Data-Driven marketing: o impacto dos dados na rotina profissional
>> Como criar uma estratégia de comunicação inteligente para sua empresa?

Afinal, em um mercado altamente moldado pelas novas tecnologias da era da informação, ser data-driven representa um modo de pensar e agir em um mundo onde bilhões de dados são gerados a cada segundo.

Dessa forma, orientar a sua empresa a partir dessa cultura significa que os dados precisam estar no centro de todo o processo decisório corporativo. E, quando falamos levamos o assunto para a estratégia de comunicação, as principais características são:

  • Uma equipe de comunicação com alta performance na interpretação de dados.
  • O investimento em tecnologias para facilitar os processos.
  • A definição de processos para auxiliar a tomada de decisão embasada em dados. 

Inclusive, uma pesquisa realizada pela New Vantage mostra que os dados se tornaram um componente tão  fundamental que a má gestão dessas informações pode custar à economia dos Estados Unidos cerca de US$ 3 trilhões ao ano. 

Assim, esse artigo foi pensado especialmente para ajudar você a tornar a sua empresa data-driven para otimizar seus ganhos e aumentar a competitividade de mercado.

Você tem uma estratégia de comunicação data-driven?

Desde a definição de produtos e serviços até decisões estratégicas, todas as áreas precisam usar os dados coletados e analisados para definir como atuar para atingir seus objetivos. E com a comunicação não é diferente. 

Ter uma boa estratégia significa estar em constante busca pelo crescimento de seu negócio. Por mais que o mercado de comunicação tenha a criatividade como um dos seus pilares, trabalhar com a lógica e com dados também é essencial. 

Segundo dados da Techjury, a empresa Google é a maior acionista de mercado em mecanismos de pesquisa, com participação de 87,35% nessa fatia globalmente. Isso se traduz em 1,2 trilhão de pesquisas anualmente e mais de 40.000 consultas de pesquisa por segundo. 

Além disso, uma pesquisa da Talend, empresa especializada em dados, sustenta que  ⅔ dos líderes de negócios afirmaram que utilizam dados todos os dias e ⅓ diz que não utiliza dados para tomar suas decisões.

4 vantagens das empresas data driven

De forma resumida, são incontáveis as vantagens de uma comunicação orientada por dados. E nós separamos 4 qualidades que têm grande importância para aqueles que ainda resistem ao data-driven como uma solução importante para os negócios:

  • Personalização:  a Comunicação orientada por dados possibilita a criação de ações direcionadas às audiências específicas. 
  • Racionalização de recursos: ao falar com as pessoas certas, no momento certo, você otimiza o uso de recursos e é capaz de medir o resultado do que foi implementado. Assim, é possível definir quais ações devem ser mantidas e quais não obtiveram o resultado esperado.
  • Agilidade:  tendo acesso aos dados em tempo real, a equipe de comunicação é capaz de identificar riscos e oportunidades mais rapidamente.
  • Proximidade do público: ao dominar os dados, a empresa consegue entender em profundidade quem é e o que deseja seu público. 

Portanto, o potencial de uma cultura data-driven é essencial para quem busca implementar uma estratégia de comunicação inteligente e está cada vez mais presente no cotidiano de empresas de diferentes setores. 

Os 5 pilares de empresas data driven

Já mencionamos aqui que ser uma das empresas data-driven é muito mais do que utilizar ferramentas tecnológicas para monitorar dados. É uma filosofia, uma cultura. Nesse sentido, uma companhia que pretende adotar esse conceito precisa muito mais do que investir em tecnologias. Aliás, terá que mudar o modo como pensa o negócio.

Veja dicas do que não pode faltar para sua empresa ser data-driven. 

  1. Pessoas: Apesar dos dados serem centrais em empresas data-driven, são as pessoas que transformam dados em informações úteis para a empresa. Por isso, é fundamental investir na formação de uma equipe competente para analisar e cruzar dados.
  2. Processos: A coleta, análise e compartilhamento das informações são essenciais para o sucesso. É necessário que exista uma sistematização constante de dados e saber quem, quando e como funciona cada processo. Assim, evita-se cometer erros desnecessários.
  3. Dados: É necessário escolher cuidadosamente quais informações serão utilizadas, de onde elas serão extraídas e como serão combinadas para atingir os objetivos traçados na estratégia. 
  4. Gestão de ativos digitais: É preciso ter um processo de governança sobre os canais de captura de dados para garantir que todos os dados sejam compilados no tempo certo.
  5. Tecnologia: Em um mundo que gera bilhões de dados por minuto, é preciso investir em tecnologia para captura e tratamento dessas informações. Esse processo exige tecnologias específicas, como o monitoramento de mídias sociais, rastreamento de notícias e releases. 

Se quiser saber mais sobre o tema, veja mais detalhes em nosso e-book. 

Como aumentar a eficiência e a agilidade na coleta de dados 

Para tornar sua empresa data-driven, aprimorar o processo de tomada de decisão e aumentar a eficiência e agilidade frente à volatilidade do cenário digital, é preciso investir em uma plataforma de análise inteligente de dados. 

Aliás, pesquisas mostram que dados mal coletados custam, em média, 30% da receita de uma empresa. Para você ter ideia, a consultoria Gartner descobriu que o custo médio da baixa qualidade de dados nas empresas chega a algo entre 9,7 milhões e 14,2 milhões de dólares por ano. 

Ou seja, para fazer parte das empresas data driven, é imprescindível contar com o apoio de ferramentas que centralizem a coleta de dados e tragam mais efetividade à análise dessa informações. E a Knewin tem soluções para empoderar a sua rotina.

Dessa forma, é possível monitorar notícias, redes sociais, clientes, concorrentes, influenciadores, campanhas e outras informações, tendo sempre um olhar amplo sobre as ações de comunicação.

Então, se você deseja praticar a cultura orientada a dados em sua rotina profissional, entre em contato com a nossa equipe para conhecer as soluções de monitoramento e análise de dados.