Por que marcas de luxo deveriam investir em monitoramento de mídias?

marcas de luxo

O cenário das marcas de luxo envolve qualidade, experiência, exclusividade e equilíbrio para lidar com a transformação digital. 

Afinal, conforme o 17º Bain Luxury Study, um estudo de mercado feito pela Bain & Company em 2018, o público desse tipo de nicho tem se tornado cada vez mais diversificado, jovem e digital.

Além disso, segundo o que foi observado pela Bain & Company, as marcas de luxo têm compreendido que é preciso alinhar a oferta de produtos, a comunicação, as estratégias de engajamento e os canais de visibilidade com a nova realidade do público.

Porém, isso só é possível a partir do momento em que as marcas desse nicho monitoram, analisam e interpretam informações relevantes sobre as movimentações de mercado e o comportamento do consumidor.

Então, se você atua na comunicação de alguma marca de luxo, aqui fica o nosso questionamento. Você tem dado o devido valor para o monitoramento de mídias?

5 motivos para marcas de luxo investirem em monitoramento de mídias

Se monitorar notícias e redes sociais é importante para startups e empresas de médio porte, imagine para as marcas de luxo.

Afinal, estamos falando do segmento de acessórios de luxo, de carros de luxo, hospedagens, roupas, jóias, sapatos, viagens, comidas, cruzeiros, entre tantos outros segmentos do mercado.

Em outras palavras, o cenário das marcas de luxo se destaca por proporcionar ao consumidor experiência, exclusividade e valor.

O grande ponto é que a transformação digital impactou esse segmento. E isso ampliou as possibilidades de atuação, de visibilidade e de mapeamento de estratégias.

Porém, para isso, é preciso colocar forças na estratégia de monitoramento de mídias noticiosas e sociais.

Assim, mapeamos 5 motivos para empresas do segmento de luxo investirem em monitoramento.

1. Entender o novo comportamento do consumidor

O primeiro motivo para investir em monitoramento de mídias no setor das marcas de luxo é entender o comportamento do consumidor.

Conforme o estudo da Bain & Company, as marcas desse nicho não podem fechar os olhos para o público jovem.

Afinal, as Gerações Y e Z são responsáveis por uma parcela significativa das compras luxuosas. E esse cenário ocorre, principalmente, quando falamos do mercado digital.

Além disso, as empresas têm adaptado o tipo de produto que vendem para alinhar a comunicação com a questão da moda inclusiva. E não se pode esquecer que elas têm se mantido atentas a novos canais de distribuição para gerar mais engajamento.

Isso quer dizer que quem atua com marca de luxo precisa entender 2 pontos.

  • O consumidor mudou.
  • As formas de interação entre empresas e público também foram impactadas.

No entanto, só é possível compreender isso quando:

  • Monitoramos o nosso público.
  • Entendemos onde o consumidor está.
  • E analisamos quem o influencia.

Assim, esse é o primeiro motivo para você, que atua com produtos de luxo, monitorar mídias, principalmente as redes sociais.

2. Avaliar que tipo de visibilidade a marca tem em veículos noticiosos

O segundo motivo que faz o monitoramento de mídias ser indispensável no segmento de luxo é a avaliação da visibilidade da marca nos veículos noticiosos.

Ou seja, a partir do monitoramento, conseguimos avaliar revistas, canais de Tv e blogs que mencionam a empresa. Além disso, é possível identificar ações de comunicação voltadas para anúncios, eventos, campanhas publicitárias, entre outros pontos.

Esse tipo de monitoramento é bem conhecido por quem atua com comunicação. Afinal, você deve conhecê-lo como clipping de notícias.

O grande ponto é que, antes, o clipping se limitava a detectar menções sobre a marca e calcular centimetragem.

Hoje, é possível ir além.

Com o monitoramento de notícias, você consegue avaliar o sentimento das matérias e a repercussão de campanhas e eventos. Assim, é possível entender que tipo de visibilidade a marca tem na imprensa.

Afinal, não esqueça: um simples deslize pode colocar tudo por água abaixo e gerar uma crise de imagem.

Assim, é importante construir uma estratégia de monitoramento efetiva que contemple mídias impressas, digitais, televisivas e radiofônicas.

E isso é imprescindível se você deseja manter a experiência, a exclusividade e o valor de marca intactos e com visibilidade na imprensa.

3. Identificar influenciadores digitais

Conforme o relatório The State of Influencer Marketing – special focus on fashion, luxury & cosmetics, o marketing de influência impactou a forma como os consumidores enxergam marcas e tomam decisões de compras. 

Além disso, quase 40% dessa influência vem das redes sociais e de blogs. Esse cenário impacta 72% dos consumidores a interagirem com marcas de luxo no meio digital.

Assim, não é uma surpresa que empresas de diversos nichos, incluindo o setor de luxo, tenham interesse em fazer parcerias com influenciadores digitais.

O grande ponto é que só é possível identificar qual influenciador está alinhado com a nossa marca se monitorarmos a atuação e a visibilidade dessas pessoas nas redes sociais e nos veículos noticiosos.

A partir do monitoramento, conseguimos ir além de métricas quantitativas (seguidores).

Assim, podemos enxergar aspectos de qualidade do conteúdo, do engajamento e do público atingido, por exemplo.

E isso é essencial para que marcas de luxo consigam garantir aderência, visibilidade, experiência e exclusividade na era da informação digital.

Dessa forma, se você atua no segmento de luxo, mas não sabe o que são microinfluenciadores, está na hora de começar a valorizar o monitoramento de redes sociais.

4. Mapear a concorrência

O quarto ponto para você investir em monitoramento de mídias no segmento dos produtos luxuosos é mapear e acompanhar a concorrência.

Isso não é novidade para gestores de empresas e comunicadores sociais. Porém, é importante lembrar que o meio digital nos trouxe novas possibilidades para entender a atuação dos nossos competidores.

A partir do monitoramento de notícias, por exemplo, podemos identificar:

  • Que tipo de visibilidade a concorrência tem.
  • Em quais cadernos é usada como fonte.
  • Quais são as campanhas que tem feito.
  • Quais os estudos e relatórios que tem divulgado, entre outras questões.

Com o monitoramento de redes sociais, podemos avaliar aspectos como:

  • Engajamento do público.
  • Tipo de conteúdo usado no meio digital.
  • Quais influenciadores são parceiros.
  • Quais as necessidades do consumidor que não têm sido supridas, entre outras questões.

Assim, ao olharmos de perto a nossa concorrência, podemos construir planos de ação mais efetivos e mais alinhados ao que o mercado e o público exigem das marcas de luxo.

Além disso, podemos trazer equilíbrio para a relação exclusividade-experiência-valor de marca-visibilidade digital.

Então, se você não dava valor ao monitoramento de mídias sobre a concorrência, é hora de mudar esse cenário.

5. Manter a reputação de marca 

Quinto motivo para investir em monitoramento de mídias se você cuida da imagem de uma marca de luxo: reputação.

Reputação é um assunto que envolve muito cuidado, trabalho árduo e olhar estratégico. Inclusive, temos um e-book sobre esse assunto. É só clicar aqui para fazer o download.

O grande ponto é que reputação e monitoramento são dois aspectos que precisam andar lado a lado.

Afinal, se não monitoramos o que falam sobre a nossa marca, o comportamento dos embaixadores que divulgam nossos produtos e a receptividade do público, vamos andar no escuro.

E andar no escuro significa deixar a marca suscetível a erros, deslizes e crises por associação (celebridades em crise e que têm alguma relação com a empresa, por exemplo).

Assim, se os 4 motivos anteriores não te convenceram a investir em monitoramento de mídias, esperamos que o cuidado com a reputação da marca de luxo mostre o quanto o assunto é importante.

Afinal, construir reputação leva tempo. Mas um simples deslize pode impactar todo o trabalho que você teve até o momento.

Como monitorar mídias com efetividade no segmento de luxo

Se você entendeu a importância do monitoramento de notícias e de redes sociais no nicho das marcas de luxo, saiba que essa estratégia não precisa ser complexa ou manual.

Aqui na Knewin, temos soluções que se encaixam no contexto de empresas e de profissionais de diversos segmentos.

Nesse cenário, as empresas que vendem luxo estão incluídas.

Com as nossas soluções, você consegue monitorar mídias de forma abrangente e com curadoria de conteúdo. Tudo depende das suas demandas profissionais e da sua busca por mais competitividade e decisões mais efetivas.

Além disso, entregamos relatórios analíticos sobre o monitoramento de notícias e de redes sociais. Esses documentos te ajudam a alinhar a sua marca à realidade dos consumidores, do mercado e do cenário global.

Assim, se você tem interesse em monitorar mídias de forma ágil, simplificada, rica e analítica, entre em contato com o Time Knewin.

Nossa equipe vai te ajudar a medir o luxo com a qualidade, a abrangência e a agilidade necessárias para o cenário da informação digital, deixando a concorrência para trás.

Clique aqui para entrar em contato com a nossa equipe e conhecer as nossas soluções de monitoramento para marcas de luxo.